Segunda edição do Simpósio Canônico acontece em Florianópolis

Leigos e padres de todo país estão em Florianópolis, capital de Santa Catarina, para o II Simpósio Canônico do ISDCSC (Instituto Superior de Direito Canônico Santa Catarina), que este ano tem como tema, “Questões seletas de Direito Matrimonial e Penal Canônico”. Promovido pelo ISDCSC, o objetivo é tratar dos aspectos atuais e mais significativos do Direito Matrimonial e Penal Canônico, tanto na dimensão substancial quanto processual.

O evento teve início na terça-feira, 08, no centro de eventos da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC), em Florianópolis. Na abertura, o arcebispo disse que o Instituto Superior de Direito Canônico Santa Catarina é uma resposta do Papa Francisco, de vir em socorro das famílias e também dos processos de declaração de nulidade do matrimônio. “Será uma grande contribuição para todos que estão neste seminário ter uma reflexão de alguém que está profundamente inserido neste tema, como é o caso do Pe. Manuel Arroba, consultor do vaticano para esta área”, destacou Dom Wilson Tadeu Jönck, scj.

O conferencista é o renomado canonista, processualista, prof. Dr. Pe. Manuel Jesús Arroba Conde, CMF, missionário claretiano, Presidente do Institutum Utriusque Iuris da Pontifícia Universidade Lateranense, de Roma. Dentre tantas funções, Pe. Manuel foi nomeado pelo Papa Francisco como membro da III Assembleia Extraordinária do Sínodo dos Bispos, que se ocupou dos desafios pastorais da família.

“No âmbito do processo matrimonial, o mais importante é multiplicar este serviço com boas informações, antes de começar as causas, ajudar os casais em dificuldade e afirmar que vale a pena revisar suas experiências. É um processo para comprovar circunstâncias muito dolorosas, mas que podem ter uma solução. Ter um projeto de vida que consista na reciprocidade, na interação do que é distinto, na criatividade para criar uma família, na perpetuidade”, explicou Pe. Arroba Conde, que na manhã deste primeiro dia falou sobre o tema – O justo processo: relação entre Justiça e Misericórdia.

Até o último dia do simpósio, na quarta-feira, 09, os mais de cem participantes vão debater assuntos como a sentença no novo processo de nulidade matrimonial, prova pericial, declaração das partes, entre outros.

O diretor do ISDCSC, Pe. Tarcísio Pedro Vieira, na abertura do primeiro dia do simpósio, afirmou que “o Instituto pretende, além de formar operadores da Justiça Eclesial, ser um centro de pesquisa e produção científica. O Direito Canônico é um modo privilegiado de diálogo com o direito do Estado, com a cultura, com o mundo científico”.

Sobre o ISDCSC

O Instituto Superior de Direito Canônico Santa Catarina (ISDCSC), criado em julho de 2016, na Arquidiocese de Florianópolis, oferece o Curso de Mestrado Eclesiástico em Direito Canônico, acolhendo clérigos, consagrados e leigos de diversas regiões do Brasil.

Dentre os objetivos do ISDCSC está a formação de um número maior de especialistas em Direito Canônico, seja para o serviço nos Tribunais Eclesiásticos, nos serviços administrativos, de assessoria e consultoria nas cúrias diocesanas ou em outros âmbitos da vida eclesial, seja para o ensino e o desenvolvimento da ciência jurídico-canônica.

No cumprimento dos seus objetivos institucionais, o ISDCSC organiza anualmente um simpósio com temas relevantes para a formação permanente daqueles que atuam nos tribunais eclesiásticos e nas cúrias diocesanas, a fim de poderem qualificar ainda mais o serviço que prestam à Igreja.

Em 2017, em parceria com a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), o ISDCSC organizou um Seminário (Simpósio) que tratou de uma série de questões relativas ao Acordo Brasil – Santa Sé.

Outras informações você pode obter no site do Instituto: www.isdcsc.org.br ou no telefone: (48) 99151-8514.

Fonte: Arquidiocese de Florianópolis.