O Grito dos Excluídos 2018 ocorre no Monte Serrat

O tema do Grito dos/as Excluídos/as deste ano tem como tema, “Desigualdade gera violência: basta de privilégio”, a vida em primeiro lugar.

Na Arquidiocese, ocorre no feriado de 07 de setembro, às 08h30, na Comunidade Monte Serrat.

Histórico

A proposta surgiu no Brasil no ano de 1994 e o 1º Grito dos Excluídos foi realizado em setembro de 1995, com o objetivo de aprofundar o tema da Campanha da Fraternidade do mesmo ano, que tinha como lema “Eras tu, Senhor”, e responder aos desafios levantados na 2ª Semana Social Brasileira, cujo tema era “Brasil, alternativas e protagonistas”. Em 1999 o Grito rompeu fronteiras e estendeu-se para as Américas.

O Grito dos Excluídos é uma manifestação popular carregada de simbolismo, é um espaço de animação e profecia, sempre aberto e plural de pessoas, grupos, entidades, igrejas e movimentos sociais comprometidos com as causas dos excluídos. É uma descoberta, uma vez que agentes e lideranças apenas abrem um canal para que o Grito sufocado venha a público.

Fonte: Arquidiocese de Florianópolis.