25ª Romaria da Terra e das Águas de Santa Catarina

A Diocese de Lages já vive a ansiosa expectativa da realização da 25ª Romaria da Terra e das Águas de Santa Catarina. O evento, com data marcada para o dia 15 de setembro de 2019, será realizado na praça da matriz São Pedro, em São José do Cerrito (SC), a terra do Karú, palavra de origem indígena que significa ‘terra fértil’.

Tradicionalmente as Romarias da Terra e das Águas de Santa Catarina percorre as dez Dioceses catarinenses, de dois em dois anos, nas proximidades da festa litúrgica da ‘Exaltação da Santa Cruz’. A última, realizada pela Diocese de Tubarão, no ano de 2017, reuniu mais de 10 mil pessoas na Cidade de Pescaria Brava (SC). A 25ª edição, que comemora o Jubileu de Prata das Romarias, vem sendo preparada desde agosto de 2018, quando durante a 52ª Assembleia Regional de Pastoral, foi anuncia a Diocese de Lages como a organizadora da Romaria Jubilar.

Com o tema ‘Semeando Vida no Campo e na Cidade’; e lema, “Toda a criação está gemendo como em dores de parto” (Rm 8,22), a 25ª Romaria da Terra e das Águas tem como objetivo alertar, como pede o Papa Francisco, para o cuidado com a ‘Casa Comum’, e o fortalecimento da mística e da espiritualidade ecológica, com atitudes que valorizem a agroecologia, a distribuição de mudas, as sementes crioulas e os alimentos saudáveis.

Cartaz – De acordo com dom Guilherme Werlang, bispo de Lages, o cartaz da 25ª Romaria da Terra e das Águas, apresentado durante o Conselho Regional de Pastoral, realizado em março deste ano, representa todas as realidades do campo e da cidade, presentes no estado de Santa Catarina. “Desde os caboclos até os indígenas e quilombolas. Neste cartaz procuramos apresentar o rosto do nosso povo catarinense”, disse. Na apresentação, o bispo explicou ainda, que, o cartaz traz a imagem da catedral de Lages, lembrando a celebração do aniversário de noventa anos da Diocese, a indicação de incentivo e atenção com a segurança alimentar e as sementes crioulas, a cruz de cedro que se tornou uma das marcas das Romarias e a diversidade social e eclesial existente no campo e na cidade. O cartaz teve como autor o catarinense José Valmeci de Souza (Atta).

Texto-Base – Para auxiliar a preparação e formação de todos os romeiros e romeiras, já está disponível em todas as Dioceses do Regional Sul 4 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), o Texto-Base da Romaria. Preparada pela equipe organizadora do evento, o texto foi dividido em nove partes: Oração da Romaria; apresentação; contextualização sobre São José do Cerrito; Texto I – Jubileu das Romarias; Texto II – Nosso bem comum: Sementes Crioulas; Texto III – Soberania alimentar no campo e na cidade; Texto IV – Agroecologia e Agronegócio: a política de segurança alimentar e nutricional em debate; Celebração de Envio e algumas orientações para os participantes do evento. Todas as comunidades receberão exemplares do Texto.

Fonte: CNBBSul4.